Curiosidades sobre os Pets

Confira algumas das inúmeras delas…

Por Marisa De Lucia

Será que você sabe tudo sobre pets? Confira algumas curiosidades…

caozinho-e-gatinho

Agosto é considerado o mês do “cachorro louco” porque no mês de agosto a concentração de cadelas no cio aumenta devido às condições climáticas. E quando as cadelas estão no cio os cachorros ficam “loucos” e acabam brigando para conquistar a fêmea.

Os cães são tidos como animais de estimação há 12 mil anos.

Os cachorros ouvem 10 vezes mais que os humanos

Os cães têm 100 expressões faciais, a maior parte delas é feita com as orelhas.

Nos Estados Unidos, se gasta mais dinheiro com alimentos para cães do que com alimentação para humanos.

Um filhote faz xixi a cada 30 minutos e defeca cada vez que come.  Por isso, controle seu horário de alimentação e ensine-o a fazer suas necessidades sempre no mesmo local.

O gato dorme, em média, 15 horas por dia. Mas como seu sono é muito leve, muitas vezes nem percebemos.

Os gatos se apegam sim aos seus donos, ao contrário do que se diz por aí…

O gato ronrona, ou seja, faz aquele barulho que prece estar com chiado no pulmão, quando expressa sensações de tranquilidade, prazer e satisfação.

O gato sempre cai em pé, isso se saltar de uma distância mínima de 60 cm, pois ele tem tempo para se virar.

Os gatos bebem pouca água porque são animais do deserto, sendo capazes de controlar muito mais a urina.

O gato não vai usar a caixa de areia, onde ele faz suas necessidades, se ela estiver perto de sua comida.

Bem interessante, não é mesmo?

Anúncios

Como viajar de avião ao lado do seu pet

Quer coisa mais agradável do que poder levá-lo na cabine?

Por Marisa De Lucia

Teve um tempo que o benefício de viajar com seu pet na cabine de passageiros só era concedido para cães-guia, cão ouvinte e cão-assistente, acompanhados de uma pessoa com deficiência visual.

viagem-aviao

Com a mudança da lei, hoje os cachorros e gatos de pequeno porte já podem viajar ao lado de seus donos.

Contudo, é preciso verificar, junto à empresa escolhida para o voo, quais as condições para transportá-lo adequadamente e com segurança.

Confira as condições adequadas e regras para que você possa transportar seu gato ou cachorro de pequeno porte são basicamente as seguintes:

  • O peso máximo do pet varia de acordo com a companhia aérea e pode chegar até 10kg, e ele deve ser levado numa caixa de transporte que o acomode bem, com espaço para que ele possa se movimentar.
  • A idade mínima é de 4 meses, e o animal deverá estar saudável, limpo, com as vacinas em dia e sem qualquer odor desagradável.
  • O kennel deve ter espaço suficiente para que ele dê uma volta completa em torno de si, ter dimensões internas condizentes com seu tamanho, abertura para circulação de ar e um dispositivo que evite abertura acidental.
  • É necessário forrar o kennel com material que absorva urina e fezes, evitando vazamento durante o transporte.
  • Embalagens para transporte de outros materiais, como tecidos permeáveis, madeira ou palha não são permitidos.
  • A solicitação do serviço deve ser feita com antecedência, e o check-in deve ser feito com algumas horas antes do embarque.

Confira na empresa escolhida para o voo, esses horários e as taxas cobradas pelo serviço.

Para saber mais o serviço, entre em contato por telefone com a empresa:

Azul – 0800 884 4040

TAM – 0800-123-200

Avianca – 0800-286-6543

GOL – 0300-1012001

Tudo de bom, não é mesmo?

Arrume suas malas e, também, a do seu pet e tenha uma Boa Viagem!!!